Live-btn-2
Live-btn-2
web tv
Dias depois de divulgar a lista de princípios, os republicanos começaram a culpar o presidente Barack Obama adiantadamente pelo fracasso do debate da reforma imigratória em 2014.
A Casa Branca disse na semana passada que receberia com agrado o documento e ressaltou que a lista atendeu aos princípios do presidente sobre a reforma imigratória.
A lista inclui a cidadania para dreamers que sirvam nas Forças Armadas ou se formem em uma universidade e uma via de legalização para o resto dos indocumentados.
Os democratas querem confirmar se há um compromisso real por parte dos republicanos para aprovar a reforma.
Embora não esteja certo que os legalizados poderão converter-se em cidadãos e tampouco sua proibição, legisladores republicanos se anteciparam para explicar que aqueles que consigam a residência poderão naturalizar-se sob as leis vigentes, e reiteraram que não haverá uma “via especial” para converter-se em cidadãos dos Estados Unidos.
No domingo, 2, a deputada Ileana Ros-Lehtinen disse no programa Al Punto da Rede Univision que os republicanos não debaterão um projeto integral de reforma imigratória como foi feito no Senado em junho, e destacou que o plano da Câmara dos Deputados será discutido por partes.
Os republicanos não incluíram legalização para os indocumentados em seus princípios para uma reforma imigratória.
“O primeiro projeto será ter mais tecnologia, mais agentes na fronteira. Já temos isto. Este vai ser o primeiro projeto. Eu não estou a favor do projeto de lei SAFE que vai por os indocumentados como criminosos. Mas a fronteira, o E-Verify, os dreamers - que não é tudo o que gostaríamos – e o processo de legalização vão ser tratados. Primeiro estas partes. Não sabemos bem quando virão estes projetos ao plenário da Câmara para ser votados.”
A deputada fez questão de destacar: “Lembre-se que estes são somente princípios, não são projetos de lei. Quando forem apresentados os projetos, e oxalá seja logo, vamos saber quais são estes pontos”.


Fonte: AcheiUSA.com

Published in US News
Segunda, 30 Dezembro 2013 15:56

Obama e Hillary são os mais admirados em 2013

O presidente Barack Obama, e a ex-secretária de Estado Hillary Clinton foram apontados como o homem e a mulher mais admirados do mundo em 2013, de acordo com um levantamento do instituto Gallup divulgado nesta segunda-feira.
Obama encabeça a lista anual pelo sexto ano consecutivo. No entanto, a porcentagem dos entrevistados que o escolheu caiu de 30% em 2012 para 16% neste ano.
Hillary Clinton foi a mulher mais admirada pelo décimo segundo ano consecutivo e pela décima oitava vez no total, mais do que qualquer outra mulher na história da pesquisa.
Segundo o Gallup, foram entrevistados para a pesquisa 1.031 adultos entre 5 e 8 de dezembro.
Outros lembrados foram os ex-presidentes George W. Bush, Bill Clinton e Jimmy Carter, o papa Francisco, o ator e diretor Clint Eastwood e o fundador da Microsoft Bill Gates.
Na lista das mulheres, ficaram atrás de Hillary Clinton a apresentadora de TV Oprah Winfrey, a primeira-dama Michelle Obama, a ex-governadora do Alasca Sarah Palin e a atriz Angelina Jolie.
Published in US News
O juiz Leonard Shapiro decidiu nesta terça-feira que Onyango Obama, o tio queniano do presidente Barack Obama, pode permanecer no país como residente legal, apesar de uma ordem de deportação de 1992 e uma prisão por dirigir embriagado, em 2011.
O juiz Leonard Shapiro disse que baseou sua decisão em uma lei federal que garante a concessão da permissão a estrangeiros que chegaram aos EUA antes de 1972, desde de que tenham bom caráter moral.
"Ele me parece ser um cavalheiro e eu estou inclinado a atender ao seu pedido com base nisso", disse Shapiro ao tribunal em Boston, depois que Onyango Obama, de 69 anos e meio-irmão do falecido pai do presidente Obama, foi questionado.
Shapiro disse que, apesar de seus anos sem um visto e sua prisão por dirigir embriagado, ele tinha provado seu bom caráter através de seu histórico de pagar impostos, fazer trabalho voluntário e ser "um bom vizinho e um bom amigo".
Onyango foi para os EUA quando ainda era adolescente para estudar numa escola de elite perto de Boston, mas abandonou os estudos e seu visto prescreveu.
A ordem de deportação de 1992 veio à tona depois que ele foi detido e indiciado por dirigir embriagado em Framingham, Estado de Massachusetts, em 2011. Depois da prisão, ele teria dito à polícia: "Acho que vou ligar para a Casa Branca".
Ele foi deixado em liberdade condicional por um ano, até a acusação de dirigir embriagado ser arquivada. Enquanto isso, seus advogados apelaram contra a ordem de deportação, argumentando que seu defensor anterior perante a imigração não fora eficiente e que Onyango já havia passado a maior parte de sua vida nos EUA.
Acredita-se que Onyango Obama não tenha um relacionamento próximo com o presidente Obama, mas críticos dizem que ele parece ter recebido tratamento privilegiado, incluindo de autoridades da imigração, que permitiram que fosse solto e lhe deram permissão para trabalhar durante a fase de apelação.
Shapiro é o mesmo juiz que em 2010 concedeu asilo à irmã de Onyango, que é tia do presidente Obama, Zeituni Onyango. Ela argumentou que não estaria em segurança no Quênia por causa da escalada da violência política no país.
Published in US News
Sexta, 15 Novembro 2013 16:07

Obama e seu mau momento

O presidente Barack Obama, enfrenta uma crise de confiança pelos problemas na aplicação da reforma da saúde, a impossibilidade de antecipar a reforma migratória e a falta de conquistas na política externa que o colocou em um dos piores momentos de seu mandato.
Published in US News
O presidente Barack Obama, garantiu na terça-feira que "não há motivo" para que o Congresso não aprove ainda em 2013 a reforma migratória proposta por seu governo.
Published in US News
O presidente Barack Obama, reiterou na quinta-feira, sua preocupação com a aprovação da reforma imigratória em seu país, a qual ele classificou como "crucial".
Published in US News
Quinta, 31 Outubro 2013 11:46

Em Boston, Obama defende reforma da saúde

O presidente Barack Obama, afirmou na quarta-feira o Faneuil Hall em Boston que não "estava contente" com os erros apresentados no site da reforma da saúde na internet e prometeu que os problemas serão resolvidos rapidamente.
Published in US News
O presidente Barack Obama, convocou nesta quinta-feira o Congresso a aprovar neste ano uma reforma migratória para regularizar a situação de milhares de imigrantes ilegais.
Published in US News
Quinta, 17 Outubro 2013 12:39

Obama: "Não houve vencedores"


O presidente Barack Obama, disse nesta quinta-feira que não houve vencedores após os 16 dias em que o governo americano ficou fechado devido a um impasse político sobre o orçamento federal, fazendo o país ficar à beira de um calote.
Published in US News
Os Estados Unidos entram, nesta segunda-feira, em uma semana decisiva. Os políticos norte-americanos têm de chegar a um acordo para elevar o teto da dívida do governo antes do prazo final, quinta-feira, 17. O Tesouro dos EUA ficará sem caixa se não houver um consenso.
Published in US News
Pagina 1 de 4

Newsletter

Fair

9°C

Framingham, MA

Fair

Humidity: 31%

Wind: 19.31 km/h

  • 20 Apr 2014

    Mostly Sunny 13°C 1°C

  • 21 Apr 2014

    Mostly Sunny 20°C 5°C

  • Capital
  • GPMaia
  • advogado-jose-tadeu
  • anuncie-aqui-banner
  • langer-chiropractic
  • neide-coutinho
  • perez-g