Siga
Live-btn-2
Live-btn-2
web tv

No iTunes, pré-venda do álbum estreou em 2º lugar e o clipe de “Counting Stars” foi Nº 1 no lançamento.

A palavra vencedor sempre rondou a vida de Sam Alves. E desde muito antes dele ganhar a segunda edição do The Voice Brasil. A primeira batalha vencida foi driblar as adversidades aos dois dias de vida. Sim, ele ainda era um bebê quando foi deixado numa caixa de papelão, na porta de uma casa, em sua Fortaleza natal. Mas tudo o que Sam não precisa é que sintam dó ao ouvir essa história. No universo ao redor do artista, essa palavrinha de duas letras só aparece como uma poderosa nota musical. Isso graças a Raquel e Luís, os pais que o destino escolheu para ele. Os dois não só o acolheram como um presente, como lhe abriram os ouvidos para a música. Hoje, aos 24 anos (completará 25 em junho), Sam vence mais uma batalha: a de lançar o seu primeiro disco solo, que chega às lojas pela Universal Music.

São onze faixas, muitas delas consagradas em suas aparições ao longo da temporada do The Voice Brasil. Com produção assinada por Torquato Mariano, o disco alterna canções em português e em inglês, a segunda língua do cantor, que se mudou com a família para os Estados Unidos quando tinha pouco mais de quatro anos. Em busca de uma vida melhor, seu pai – que era pastor em uma igreja batista – conseguiu um emprego como entregador de jornal. Sua mãe começou a trabalhar como arrumadeira. Enquanto cuidavam da educação do filho, juntavam dinheiro para comprar uma casa, o que finalmente aconteceu em 2001, sete anos após a chegada ao território americano.

Foi por meio da igreja que o canto apareceu na vida de Sam. Dona Raquel, que já entoava músicas cristãs desde os tempos de Fortaleza, começou a ensinar o filho. “Ele sempre demonstrou esse dom”, garante, toda orgulhosa. Depois de “estrear” ao lado da mãe numa igreja de Everett, no Massachusetts, o rapaz fez sua primeira apresentação solo em uma igreja de Clinton, no mesmo estado, para uma plateia que não chegava a duas dezenas de pessoas. Em 2003, já com 14 anos, ele voltou ao Brasil para um trabalho missionário. Instalou-se em Brasília, onde ajudou a mãe a construir uma nova igreja. E aproveitava os cultos que frequentava para soltar a voz, seja sozinho ou dividindo o púlpito com a irmã, Samara. Os dois acabaram gravando – de forma independente – um disco religioso, lançado no início de 2007. Logo depois, ele voltou com Raquel para os Estados Unidos, para reencontrar seu Luís. Mas o casamento durou pouco. No ano seguinte, os pais já estavam divorciados.

Lutador por natureza, Sam Alves se manteve firme ao lado da mãe, a essa altura enfrentando dificuldades financeiras. Sem nunca deixar a música de lado, é bom lembrar. Continuou apresentando-se em igrejas, até ser chamado para interpretar Jesus em uma turnê pela região da Nova Inglaterra, nas semanas que antecederam a Páscoa de 2010. E assim foi levando a vida, dividido entre os estudos e as oportunidades que a música lhe dava. Até que, em 2012, participou de uma seleção aberta para a quarta temporada do The Voice americano. Cantou Breakeven, da banda The Script. Passou. Em abril de 2013, lá estava ele na audição às cegas, interpretando Feeling Good, de Michael Bublé, para uma audiência astronômica. Mas nenhum dos técnicos virou a cadeira – é bem verdade que a estrela colombiana Shakira não escondeu o arrependimento depois que viu o rapaz. Quem diria que aquela figura franzina, que aparenta bem menos que os 24 anos que sua carteira de identidade revela, pudesse ter uma voz tamanha? Enquanto muitos se sentiriam desencorajados, a rejeição só fez aumentar em Sam o desejo de seguir em frente, certo de suas escolhas.

O resto da história, o público brasileiro acompanhou de perto. E, depois de manter os olhos bem atentos à sua trajetória na telinha brasileira, chegou a hora de abrir os ouvidos para o que de melhor o astro tem para oferecer. De cara, o CD já começa em alta voltagem com sua interpretação para Troublemaker, conhecida na voz de Olly Murs, com participação do rapper Flo Rida. E já que ele gosta de desafios, nem passou por sua cabeça convidar algum artista para o rap que aparece no meio da música. É o próprio MC Sam Alves quem manda ver, inaugurando uma nova tendência: a do vozeirão-ostentação. É para quem pode.

Uma das canções que marcou sua passagem pelo reality musical, Mirrors é um dos grandes destaques do álbum, com um arranjo matador, que não fica nada a dever ao original. Que, diga-se, é de ninguém menos que o astro pop Justin Timberlake (em parceria com Timothy Mosley, Jerome Harmon e James Fauntleroy). Sam parece brincar com a voz, passeando por vários registros. E as influências do rapaz surgem em vários momentos do disco. Cantor que mistura o erudito e o popular com maestria, não há dúvidas de que Josh Groban é uma das fontes de inspiração para o brasileiro, cujo trabalho também flerta com esses dois extremos. Mas a música Você Existe em Mim – de Groban e Lester A. Mendez e versão de Carlinhos Brown – chegou até ele como sugestão de um fã, pelas redes sociais. Quando foi pesquisar, Sam descobriu um vídeo em que ninguém menos que sua madrinha Claudia Leitte a interpreta. Bingo. Encontrou uma forma de homenageá-la, não só no programa, como agora no CD. “Espero amar você até durar / A Lua que esclarece esse Sol / Sem descansar jamais”, derrama-se.

Outra faixa do disco chegou até Sam de forma inusitada. Composta originalmente em espanhol por Claudia Brant e Luis Fonsi, Tu Mereces Mas nunca foi gravada no idioma original. Agora, traduzida para o português, virou Você Merece Mais. É uma canção de amor um tanto diferente, pois fala de alguém que, ao perceber que o amor que sentia pelo parceiro está se esvaindo, decide libertá-lo. “A pessoa se sente culpada por não estar dando todo o amor que o outro merece. É daí que vem o título”, explica Sam. Os versos “A minha vida inteira era só nós dois / Hoje eu me demoro / Deixo a gente pra depois” exemplificam bem.

Fã de carteirinha do One Republic, é natural que o cantor tenha escolhido uma música da banda americana para figurar no repertório. Trata-se de Counting Stars, de Ryan Tedder. “Nessas faixas que não foram mostradas no The Voice, procurei manter a mesma linha, no universo pop, de músicas que marcaram a minha vida”, explica o cantor. “Eu amo o estilo do One Republic. Suas letras têm sempre algo mais profundo a ser dito. Compro todos os CDs, adoro a maneira como se apresentam”, revela.

E é claro que A Thousand Yeats, dividida com Marcella Bueno, não poderia ficar de fora do repertório. Desde que foi mostrada no programa, a música de David Hodges e Christina Perri – um dos temas mais celebrados da saga cinematográfica Crepúsculo – foi parar no topo das vendas no mercado digital. Um verdadeiro fenômeno. A própria Christina se manifestou, tamanha a repercussão: “Essa é de longe a minha versão favorita de A Thousand Years! Absolutamente linda!”. O curioso é que Sam e Marcella ainda não se conheciam quando foram escalados para o dueto. Mas logo se reconheceram no desejo de interpretar o que a letra dizia, em vez de simplesmente ficarem em pé, diante do microfone. Deu no que deu: de concorrentes, viraram uma das duplas mais queridas do público. Com o sucesso da faixa, estiveram em todas: do réveillon da Avenida Paulista a programas como o Encontro com Fátima Bernardes e Altas Horas. Portanto, nada mais justo que a música seja um dos grandes destaques do disco, na mesma versão ao vivo que caiu no gosto do público.

E as surpresas do repertório não ficam por aí. Com uma história de vida como a de Sam, a recriação de Pais e Filhos – tanto no programa como no CD – só pode mesmo soar como uma espécie de agradecimento. A música da mítica Legião Urbana, composta por Renato Russo, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, foi lançada em 1989, exatamente o ano de nascimento do rapaz. É pensando em tudo o que dona Raquel fez por ele, que o cantor solta o vozeirão nos versos: “É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã”. É a prova de que, 25 anos depois, a canção que já nasceu com vocação para hino continua a inspirar gerações de pais e filhos.

Depois de visitar a Legião, Sam volta ao universo de Josh Groban, recriando – em inglês – um dos hits do astro, You Are Loved. É, sem dúvida, outro grande momento do disco, em que o cearense parece brincar com a voz, indo dos graves aos agudos com extrema tranquilidade. “Eu sempre tive vontade de cantá-la, desde os tempos da igreja. Ela fala de amor e é muito inspiradora. Quando alguém a ouve pela primeira vez, logo se sente tocada”, garante. E chegamos, enfim, à gravação de Hallelujah, do poeta Leonard Cohen, que foi defendida por Sam na final do The Voice Brasil. Já nos primeiros versos, temos a certeza de que a música estava mesmo à sua espera. “Escolhi essa canção como uma maneira de dizer muito obrigado a tudo o que vivi no programa. Com ela, consegui resumir toda a experiência que tive ao longo daquelas semanas tão intensas”, atesta. E para mostrar um outro lado, ainda desconhecido de seu (já imenso e fiel) público, Sam apresenta uma canção de sua própria lavra, composta na segunda língua: Be With Me. E um delicioso clima de luau se instala.

Para encerrar a vitoriosa jornada, nada melhor que a música When I Was Your Man. Para quem não lembra, foi com esse clássico moderno de Bruno Mars que ele – nas audições às cegas do The Voice Brasil – fez com que os técnicos Lulu Santos, Carlinhos Brown, Daniel e Claudia Leitte virassem a cadeira dizendo: “Eu quero você”. Sam quis a serelepe Claudinha. Mas a análise de Lulu, com certeza, não sai de seus ouvidos: “Para mim, foi muito interessante ver a sua entrega. Você não estava fazendo para a plateia nem para a câmera, estava fazendo para você”. Ao ser disponibilizada para download, a versão de Sam chegou a bater o recorde do próprio Bruno Mars em vendas digitais. Agora, na gravação em estúdio, a clareza da sua voz fica ainda mais evidente. Chegou a hora de todo mundo poder apertar o botão, virar a cadeira e festejar: “Eu (também) quero você, Sam Alves.”

Vídeo release Sam Alves: https://www.youtube.com/watch?v=DQD5O3k-ePk

 

Published in Comunidade
Sábado, 08 Março 2014 00:46

Multidão comparece a show de Sam Alves

Na tarde-noite da sexta-feira, 7, os fãs de Sam Alves - vencedor do 'The Voice Brasil' 2013 tiveram a oportunidade de ver de perto o cantor que tanto sucesso tem feito por onde passa.

A Rádio 650 AM promoveu o Meet & Greet at Solomon Pond Mall em Marlborough onde compareceram centenas de fãs de Sam Alves que pacientemente tirou fotos e deu autógrafos, além de cantar alguns dos sucessos que apresentou no 'The Voice Brasil'.

Na coletiva de imprensa que antecedeu o evento, Sam Alves respondeu perguntas de jornalistas e profissionais de imprensa de diversos veículos de Massachusetts, sobre a sua carreira, sobre o lançamento do CD que terá uma composição sua e de como tem encarado os desafios da fama no Brasil e nos Estados Unidos.
Published in Eventos

O vencedor do 'The Voice Brasil' da TV Globo estará no programa 'Tudo Mara', produzido e apresentado por Mara Rubia Sanfilipo, neste sábado, 1 de março - 10 AM - 11 AM, na Rádio 650 AM, transmitido simultaneamente para a 1240 AM e 1410 AM.

Sam Alves vem alcançando destaque como cantor há muitos anos e em 2013 participou do The Voice nos Estados Unidos. No final do ano passado, participou e venceu o similar brasileiro contra concorrentes de talento.

Sam Alves que é natural de Fortaleza mudou-se ainda pequeno para os Estados Unidos com seus pais adoptivos - Luiz e Raquel que sempre acreditaram no seu dom natural de cantar e encantar platéias por onde passa.

Ao vencer o 'The Voice Brasil' as portas da carreira como cantor se abriram e Sam Alves vai voltar ao Brasil em definitivo e de férias nos Estados Unidos aproveitar para rever os amigos, descansar e neste sábado, vai conceder uma entrevista exclusiva para um dos programas mais ouvidos no rádio brasileiro nas manhãs de sábado.

Prestação de serviço
Sam Alves no programa 'Tudo Mara' com Mara Rubia
Sábado, 1 de marco das 10 AM - 11 AM
Rádio 650 AM, Rádio 1240 AM e Rádio 1410 AM
508.820-8399
Assista ao vivo a Web TV através do www.wsro.com

Published in Comunidade
O "The Voice Brasil" da quinta-feira,19, elegeu seus finalistas. Pedro Lima, do time de Lulu Santos; Lucy Alves, do time de Carlinhos Brown; Rubens Daniel, do time de Daniel; e Sam Alves, do time de Claudia Leitte, vão disputar a preferência do público a vencer o reality show musical.
Para eleger os finalistas, o público seguiu votando normalmente. Até a semana passada, o telespectador decidiria quem iria vencer, mas na noite de ontem, a semifinal, cada jurado tinha direito de distribuir 30 pontos para os dois de seu time sem saber a porcentagem de votação. Ou seja, mesmo o participante tendo menos voto popular, os pontos poderiam ajudar o candidato a ir para a final.
Mas a distribuição desses pontos não afetou a predileção do público. A maior porcentagem de votação da noite foi para Sam Alves, que teve 84%, que somados aos 20 pontos dados por Claudia Leitte chegou a 104. Ele cantou "Você Existe em Mim", sucesso na voz de sua técnica. Sam disputou a vaga com Gabby Moura, que cantou "Alguém me Avisou", sucesso na voz de Maria Bethania, e obteve 16%, que somados aos 10 pontos dados por Claudia, deixou a disputa com 26.
Do time de Lulu Santos, Pedro Lima venceu a batalha com Luana Camarah. Desde a sua primeira apresentação, o rapaz conquistou Lulu, que o apelidou de "Bigode Grosso".  Lucy Alves, do time de Carlinhos Brown, se apresentou sem nenhum instrumento, que o acompanhava desde a sua primeira participação. Ela venceu a disputa com Marcos Lessa e é a única mulher na final.
Já no time de Daniel, Cecília Militão era apontada como favorita até a metade do programa, mas Rubens Daniel foi conquistando seu espaço e garantiu uma vaga na final.
O último "The Voice Brasil" e que vai eleger a melhor voz do país acontece no dia 26 de dezembro.
Published in Atualidade

Newsletter

Cloudy

22°C

Framingham, MA

Cloudy

Humidity: 93%

Wind: 4.83 km/h

  • 28 Jul 2014

    Scattered Thunderstorms 27°C 15°C

  • 29 Jul 2014

    Sunny 26°C 13°C

  • Capital
  • GPMaia
  • Marcia-Pessanha
  • advogado-jose-tadeu
  • anuncie-aqui-banner
  • giubertidecor
  • global-plus
  • langer-chiropractic
  • neide-coutinho
  • perez-g