Siga
Live-btn-2
Live-btn-2
web tv
Jehozadak Pereira

Jehozadak Pereira

Quinta, 05 Dezembro 2013 21:49

Morre Nelson Mandela

O ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, 95, morreu na quinta-feira, 5, em sua residência, em Johannesburgo. Mandela vivia em Johannesburgo com a mulher Graça Machel.
Mandela foi o maior símbolo de combate ao regime de segregação racial conhecido como apartheid, que foi oficializado em 1948 na África do Sul e negava aos negros que são maioria da população, mestiços e asiáticos direitos políticos, sociais e econômicos.
A luta contra a discriminação no país o levou a ficar 27 anos preso, acusado de traição, sabotagem e conspiração contra o governo em 1963. Condenado à prisão perpétua, Mandela foi libertado em 11 de fevereiro de 1990, aos 72 anos. Durante sua saída, o líder foi ovacionado por uma multidão que o aguardava do lado de fora do presídio.
Em 1993, Nelson Mandela recebeu o prêmio Nobel da Paz por sua luta contra o regime do apartheid. Na ocasião, ele dividiu o prêmio com Frederik de Klerk, ex-presidente da África do Sul que iniciou o término do regime segregacionista e o libertou da prisão.
Um ano depois, em 1994, Mandela foi eleito presidente da África do Sul, após a convocação das primeiras eleições democráticas multirraciais no país. Sua vitória pôs fim a três séculos e meio de dominação da minoria branca na nação africana.
Ao tomar posse, o líder negro adotou um tom de reconciliação e superação das diferenças. Um exemplo disso foi a realização da Copa Mundial de Rúgbi, em 1995, no país. O esporte era uma herança do período colonial e, por isso, boicotado pelos negros, por representar o governo dos brancos.
Nos dois anos seguintes, a Constituição definitiva e o processo de transição foram concluídos. Entre os anos de 1996 e 1998, o arcebispo Desmond Tutu liderou a Comissão de Verdade e Reconciliação para apurar crimes cometidos durante o apartheid, e foram abertos processos judiciais para pagamentos de indenizações às vítimas do regime.
Mandela deixou a presidência em 1999 e passou a se dedicar a campanhas para diminuir os casos de Aids na África do Sul, emprestando seu prestígio para arrecadar fundos para o combate à doença.
Durante a Copa do Mundo de 2010, realizada na África do Sul, Mandela compareceu apenas ao encerramento da Copa, devido à morte de sua bisneta Zenani Mandela, em um acidente de carro logo depois da festa de abertura.
Mandela era filho do conselheiro do chefe máximo do vilarejo de Qunu, localizado na atual província do Cabo Oriental, onde nasceu, a 18 de julho de 1918. Aos sete anos, tornou-se o primeiro membro da família a frequentar a escola, onde lhe foi dado o nome inglês "Nelson". Aos 16 anos, seguiu para o Instituto Clarkebury, na mesma província, onde teve contato com a cultura ocidental pela primeira vez.
Ele então ingressou na faculdade de Direito da Universidade de Fort Hare, no município de Alice. Logo no primeiro ano de curso, Mandela se envolveu com o movimento estudantil e com o boicote às políticas universitárias. Tal atitude resultou em sua expulsão da instituição no segundo ano, mas ali ele iniciou sua militância.
A partir de então mudou-se para Johannesburgo e envolveu-se na oposição ao regime do apartheid. Ele começou a fazer parte do partido negro CNA (Congresso Nacional Africano, fundado em 1912) em 1942 e, em 1944, criou a Liga Juvenil do partido, com o manifesto "um homem, um voto".
Depois de deixar a presidência, Mandela passou a dedicar suas forças ao combate à Aids na África do Sul, levantando milhões de dólares para enfrentar a epidemia da doença. Seu único filho morreu vítima de Aids em 2005.
A comemoração de seu aniversário de 90 anos foi um ato público com shows, que ocorreu em Londres, em julho de 2008, e contou com a presença de artistas e celebridades engajadas nessas lutas.
Em 2009, com aparência frágil, o ex-presidente sul-africano compareceu a um comício eleitoral do CNA para ajudar a eleger Jacob Zuma, atual presidente do país. Nelson Mandela será sepultado dentro de dez dias em sua aldeia natal com honras de chefe de estado.
O projeto da carteira de motorista, chamado em inglês Safe Driving Bill, corre o risco de festejar o Ano Novo na gaveta do presidente da Comissão Mista de Transporte da Assembléia Legislativa de Massachusetts, deputado estadual William Straus. Apesar da Comissão ter agendado duas audiências públicas para este mês, uma dia 10 e outra dia 12, o projeto mais importante para os imigrantes não foi incluído.
A Coalizão que luta pela passagem e aprovação do projeto, da qual o Grupo Mulher Brasileira faz parte, tem pressionado mas o deputado Straus não tem demonstrado interesse.
A única forma desse projeto ser debatido e votado é nossa comunidade, uma das maiores entre os imigrantes, se organizar para colocar mais pressão no deputado Straus. Veja o que você pode fazer:
1. Ligar incessantemente para o gabinete do deputado Straus, 617.722-2400 e dizer que ele deve incluir a “Safe Driving Bill in the agenda of December hearings”;  
2. Mandar e-mail para o deputado, O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ;
3. Enviar fax no número 617.722-2387, com a mesma mensagem;
4. Recolher formulários de apoio de comerciantes brasileiros;
5. Pedir ao padre e/ou pastor da sua igreja e/ou comunidade para escrever uma carta para o deputado Straus pedindo para ele marcar a audiência para este ano;
6. Telefonar para seu deputado estadual ou senador estadual e pedir que eles coloquem pressão no deputado Straus. Se você não sabe quem são seus representantes politicos, acesse este link www.malegislature.gov/people.

Modelo de mensagem:

Dear Representative Straus,
My name is ________ and I live in ________. Thank you for working with Senator McGee's office to ensure the Safe Driving Bill has a hearing scheduled as soon as possible. I'm calling and writing today to urge you to schedule a hearing for the Safe

Driving Bill on December 12. All Massachusetts drivers deserve to be trained, licensed and insured. Road safety needs to be a priority for the Commonwealth!
Thank you.
    
Para algumas pessoas isso pode parecer complicado, mas não é. Nós temos um modelo do que você pode escrever ou dizer. E se você preferir, venha no Grupo Mulher Brasileira e nós ajudamos. Outra coisa bem eficiente é marcar uma visita ao gabinete do deputado Straus e o GMB ficará feliz de organizar isso. Quem quiser ajudar a mover este projeto para a frente, por favor, entre em contato com o Grupo Mulher Brasileira por telefone, 617.202-5775, ou por email, O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .
Quinta, 12 Dezembro 2013 00:00

Dirija com cuidado

Recomendações para quem vai dirigir no fim de ano
Não dirija bêbado ou sob efeito de drogas
Se beber ou usar drogas não dirija em possibilidade alguma. Bebida não combina com direção e a lei aqui em Massachusetts é dura para quem é pego dirigindo bêbado ou sob o efeito de drogas. Neste tipo de transgressão a lei é para todos.
Use o cinto de segurança
Em Massachusetts o uso do cinto de segurança é obrigatório por lei e deixar de usá-lo é passível de multas e no caso de acidente pode haver dificuldades com o seguro. Não esqueça, mesmo que a ida seja ali na esquina, use o cinto de segurança.
Não digite mensagens de texto enquanto dirije
Desde 2009 é proibido por lei em Massachusetts enviar, receber ou ler text message enquanto dirije. Enviar mensagens de texto ao volante chega a ser seis vezes mais perigoso que dirigir depois de ingerir bebida alcoólica. É possível considerar que essa distração dure cerca 10 segundos no total e o motorista pode percorrer 280 metros a 62,5 milhas/hora
Um cliente abriu processo contra a Macy's, pedindo indenização de US$ 1 milhão, alegando que foi algemado e jogado em uma cela dentro da principal loja da marca em Manhattan no ano passado.
O cliente, Rachid Bakhari, disse que o incidente teve início quando ele tentou trocar um cinto que havia comprado por 27 dólares, de acordo com o processo apresentado na segunda-feira num tribunal de Manhattan.
Já que tinha tirado a etiqueta do cinto, o cliente seguiu as orientações de um funcionário da loja, que o pediu para pegar um cinto com etiqueta na área de vendas e levá-lo ao caixa para registrar o preço e finalizar a devolução, segundo a ação.
De repente ele foi algemado por seguranças, que o levaram para uma cela dentro da loja, onde ele foi mantido por três horas, de acordo com o documento. Na petição, Bakhari diz que a "Macy's mantém uma cela de prisão dentro da loja na Herald Square".
A Macy's não respondeu de imediato a pedidos por comentários sobre o processo.
A cela dentro da loja já fora mencionada em outras ações na Justiça contra a Macy's, incluindo uma iniciada pelo ator Rob Brown, do programa da HBO "Treme". Brown está entre vários clientes negros que acusaram a Macy's de discriminação, afirmando que foram detidos pela polícia após comprarem itens de luxo.
O deputado federal licenciado José Genoino, preso devido a condenação no julgamento do mensalão, apresentou nesta terça-feira à Mesa Diretora da Câmara carta de renúncia ao mandato. Segundo o presidente da Casa, deputado Henrique Alves (PMDB-RN), o documento será lido em plenário na tarde desta terça.
De acordo com Alves, a renúncia será publicada nesta quarta, com a convocação do suplente Renato Simões (PT-SP) para assumir a vaga em definitivo – atualmente Simões exerce o mandato temporariamente devido à licença de Genoino.
A carta de renúncia foi apresentada pelo vice-presidente da Câmara, deputado André Vargas (PT-PR), durante reunião da Mesa Diretora da Câmara que discutia a abertura de processo de cassação do parlamentar.
"Antes da aferição dos votos, o deputado André Vargas apresentou um documento de Genoino de renúncia ao mandato. Então, o processo de cassação nem chegará à Comissão de Constituição e Justiça", afirmou Henrique Alves.
O juiz Leonard Shapiro decidiu nesta terça-feira que Onyango Obama, o tio queniano do presidente Barack Obama, pode permanecer no país como residente legal, apesar de uma ordem de deportação de 1992 e uma prisão por dirigir embriagado, em 2011.
O juiz Leonard Shapiro disse que baseou sua decisão em uma lei federal que garante a concessão da permissão a estrangeiros que chegaram aos EUA antes de 1972, desde de que tenham bom caráter moral.
"Ele me parece ser um cavalheiro e eu estou inclinado a atender ao seu pedido com base nisso", disse Shapiro ao tribunal em Boston, depois que Onyango Obama, de 69 anos e meio-irmão do falecido pai do presidente Obama, foi questionado.
Shapiro disse que, apesar de seus anos sem um visto e sua prisão por dirigir embriagado, ele tinha provado seu bom caráter através de seu histórico de pagar impostos, fazer trabalho voluntário e ser "um bom vizinho e um bom amigo".
Onyango foi para os EUA quando ainda era adolescente para estudar numa escola de elite perto de Boston, mas abandonou os estudos e seu visto prescreveu.
A ordem de deportação de 1992 veio à tona depois que ele foi detido e indiciado por dirigir embriagado em Framingham, Estado de Massachusetts, em 2011. Depois da prisão, ele teria dito à polícia: "Acho que vou ligar para a Casa Branca".
Ele foi deixado em liberdade condicional por um ano, até a acusação de dirigir embriagado ser arquivada. Enquanto isso, seus advogados apelaram contra a ordem de deportação, argumentando que seu defensor anterior perante a imigração não fora eficiente e que Onyango já havia passado a maior parte de sua vida nos EUA.
Acredita-se que Onyango Obama não tenha um relacionamento próximo com o presidente Obama, mas críticos dizem que ele parece ter recebido tratamento privilegiado, incluindo de autoridades da imigração, que permitiram que fosse solto e lhe deram permissão para trabalhar durante a fase de apelação.
Shapiro é o mesmo juiz que em 2010 concedeu asilo à irmã de Onyango, que é tia do presidente Obama, Zeituni Onyango. Ela argumentou que não estaria em segurança no Quênia por causa da escalada da violência política no país.
Um engavetamento envolvendo 65 carros e três carretas provocou ferimentos em mais de 35 pessoas na saída 14 da Rota 290 em Worcester. A principal causa do acidente foi a pista lisa por causa chuva que atingiu o estado de Massachusetts no domingo. Com a forte chuva do final de semana, não havia visibilidade para os motoristas. Os carros ficaram retorcidos por causa do acidente, que fechou uma das principais estradas do estado. De acordo com a State Police um homem e uma mulher ficaram feridos com gravidade e foram transportados para hospitais da região e outras 60 pessoas foram de alguma forma afetadas pelo grave acidente. O serviço nacional de meteorologia já havia emitido um alerta de chuva no fim de semana e pediu atenção aos motoristas que voltavam do feriado de Thanksgiving Day. A previsão ainda é de mau tempo na região, com tempestades.
Um trem de passageiros saiu dos trilhos na manhã de domingo, 1º no Bronx, na cidade de New York, deixando pelo menos 4 mortos e 63 feridos, segundo as autoridades locais.
Entre os feridos, 11 estão em condição crítica, e 6, em estado grave, segundo os bombeiros. Eles foram socorridos em hospitais próximos.
A polícia da autoridade de transporte informou que o acidente ocorreu em um longo trecho de curva, a cerca de 100 metros ao norte da estação Spuyten Duyvil, próximo à Palisade Ave, junto ao encontro dos rios Harlem e Hudson, por volta das 7h20 locais.
O trem, da empresa Metro North, vinha de Poughkeepsie, no norte do estado de New York, e rumava para a estação Grand Central, na ilha de Manhattan, onde deveria chegar por volta das 8h locais.
Cinco vagões saíram dos trilhos e quase caíram no Rio Hudson. As causas do acidente ainda não eram conhecidas.
Cerca de 130 bombeiros foram ao local participar do resgate, além de vários veículos de emergência.
Há relatos de que haveria passageiros presos nos vagões, e os trabalhos de resgate continuavam.
Mergulhadores da polícia foram vistos nas águas perto do local do acidente, mas as autoridades afirmaram que nenhum passageiro caiu no rio.
Neste domingo, termina o final de semana prolongado por causa do feriado do Thanksgiving Day, e muitos americanos se encontram em trânsito. O maquinista está hospitalizado e consciente, mas a polícia não divulgou o conteúdo de seu depoimento.
Quinta, 28 Novembro 2013 14:12

Flamengo é campeão da Copa do Brasil

E o Flamengo não deu chance ao Atlético-PR e com gols de Elias e Hernane aos 41 e 49 minutos do segundo tempo da partida que venceu por 2x0 e se sagrou campeão da Copa do Brasil para alegria da sua imensa torcida. Com isto o Flamengo venceu pela terceira vez a competição – já havia vencido em 1990 e 2006 e sido vice-campeão em 1997, 2003 e 2004 e vai participar da Taça Libertadores em 2014. O Flamengo foi campeão jogando com Felipe, Leonardo Moura (González), Samir, Wallace e André Santos; Amaral, Luiz Antonio, Elias (João Paulo) e Carlos Eduardo (Diego Silva); Paulinho e Hernane comandados pelo técnico Jayme de Almeida. O Maracanã teve um público de 68.857 pagantes que vibraram, incentivaram e empurraram o time para a vitória consagradora.
Sexta, 22 Novembro 2013 00:00

A origem do Thanksgiving Day

O Mayflower navegou por 65 dias até que chegasse no Cape Cod, no dia 19 de novembro de 1620, mas foram impedidos de aportar, e então rumaram para Plymouth, onde finalmente em 21 de dezembro do mesmo ano, os puritanos puderam desembarcar e formar o primeiro assentamento europeu em New England. O grupo deixou a Europa, afastando-se da igreja de Scrooby em Nottinghamshire, na Inglaterra, onde sentiam-se deslocados numa estrutura religiosa que não pretendia, aos olhos deles, terminar o trabalho iniciado na reforma protestante.
Eles, que ao contrário pretendiam ter uma vida exclusivamente baseada nos preceitos bíblicos, partiram para Amsterdã, em 1608. Em 1617, desanimados e abatidos por dificuldades econômicas e pela falta de adaptação aos costumes locais, decidiram emigrar para a América do Norte, naquela época muito mais distante e longínqua.
Em 16 de setembro de 1620, uma pequena colônia de puritanos, composta de 102 pessoas, iniciou a histórica viagem para o Novo Mundo, como a América era chamada então. Doze membros da igreja em Scrooby faziam parte do grupo pioneiro a vir para a América.
O primeiro chefe deste grupo em Plymouth foi John Carver, que ao morrer foi substituído por William Bradford, que ocupou o posto por mais de 30 anos. O livro Of Plymouth Plantation, um clássico, retrata as qualidades e os valores do pequeno grupo de puritanos. Uma das lutas e ideais de Bradford era manter seu grupo afastado das comunidades vizinhas e das suas influências, que ele julgava perniciosas.
O inverno rigoroso, as dificuldades de adaptação ao novo lugar, e a falta de experiência com o trabalho na lavoura, fizeram com que metade da colônia não sobrevivesse. Os puritanos foram ajudados pelos índios que lhes ensinaram como cultivar a terra, a pescar e a caçar.
Em 22 de março de 1621, Bradford assinou com o índio Massasoit um tratado de paz que nunca foi quebrado. Na colheita daquele ano, no outono, os sobreviventes fizeram uma grande festa para agradecer a Deus e os índios foram os convidados de honra; a partir daí, reuniam-se anualmente para celebrar um dia de gratidão a Deus. Sob as mesas havia alimentos tirados da lavoura e aves – como o peru selvagem – abundantes nas matas locais.
Nos anos seguintes, a data sempre foi comemorada. Até que em 1789, o presidente George Washington assinou um decreto determinando que o Thanksgiving Day fosse sempre no dia 26 de novembro. Em 1939, o Congresso americano determinou que a data fosse comemorada na quinta-feira da quarta semana de novembro.
A data é tradicionalmente marcada como um dia de reunião familiar complementada por jantares. Muitas pessoas tiram o dia para reflexões religiosas e orações. É um dos feriados americanos onde tudo para literalmente.
O prato principal é o turkey – o peru. Em Massachusetts, ele é caçado nas matas onde proliferam em abundância. Tradicionalmente todas as propagandas natalinas começam depois do Thanksgiving Day, sem contar as liquidações que o comércio faz nos dias seguintes ao feriado como a famosa e concorrida Black Friday.
 
Prestação de serviço
Visite o Plymouth Plantation, sítio histórico ambientado no século 17, e também a réplica do Mayflower. Não deixe de ir conhecer a história dos puritanos no Plymouth National Wax Museum e saiba mais da história dos peregrinos, com luzes, sons e animação, e como eram as primeiras celebrações do Thanksgiving Day.
137 Warren Avenue, Plymouth, MA
508.746-1622
Para saber as programações e os horários acesse www.plimoth.org

Newsletter

Fair

14°C

Framingham, MA

Fair

Humidity: 89%

Wind: 0 km/h

  • 27 Aug 2014

    Mostly Sunny 32°C 17°C

  • 28 Aug 2014

    Sunny 27°C 12°C

  • Capital
  • GPMaia
  • Marcia-Pessanha
  • advogado-jose-tadeu
  • anuncie-aqui-banner
  • giubertidecor
  • global-plus
  • langer-chiropractic
  • neide-coutinho
  • perez-g