Siga
Live-btn-2
Live-btn-2
web tv
Segunda, 30 Junho 2014 00:00

Governador Deval Patrick assina Carta de Direitos quarta-feira

Rate this item
(0 votes)
Ativistas do GMB Ativistas do GMB
O Governador Deval Patrick assina nesta quarta-feira, dia 2 de julho a 1 PM a Carta de Direitos das Trabalhadoras Domésticas em cerimônia que vai reunir não só a imprensa étnica mas também dezena de organizações que endossaram a medida, além de centena de trabalhadoras domésticas que pela primeira vez terão leis para regular seu trabalho.

“Esta lei vai poder ajudar muitas mulheres, vai dar dignidade no trabalho, elas vão mostrar a cara porque vão se sentir respeitadas e vão reivindicar seus direitos”. Disse a cooperada Lucimara Rodrigues que testemunho em favor da Carta durante coletiva à imprensa em novembro último. Segundo Lucimara, a Carta “vai ajudar a acabar com as explorações no local de trabalho”. 

Selma Nunes, que testemunhou perante a Câmara de Vereadores em Somerville no início do ano, considera a Carta um grande marco para todas as trabalhadoras domésticas porque “vão sair do anonimato, vão poder lutar pela sua remuneração. Nós temos lutado sempre para sair da exploração, ter direitos e poder correr atrás daquilo que queremos. Nunca é demais lutar por aquilo que você acha correto. Esta Carta vai ser muito importante e um progresso muito grande para todas.”

A Carta de Direitos vai beneficiar principalmente quem trabalha como doméstica, babá e cuidadora na casa do patrão ou mora junto com os patrões. A paulista Nalva Pinto, que trabalhou 7 anos e 4 meses para um casal de idosos sabe muito bem como a Carta é importante: “Se a Carta estivesse funcionando, a família não poderia ter me jogado na rua como fizeram. Depois de sete anos e quatro meses você tem duas semanas para sair ou tem de pagar aluguel? 

Nalva, que testemunhou perante a Comissão de Trabalho da State House em novembro passado, era contratada como housekeeper mas acumulava as funções de cuidadora de idosos, sendo paga somente por um trabalho.  “Eu quero abrir minha boca, quero que todo mundo saiba sobre a Carta porque muitas pessoas não conhecem seus direitos. Eu sou um exemplo de como a lei é necessária, se esta lei estivesse em vigor, isso não teria acontecido”.

A Carta de Direitos foi introduzida há pouco mais de um ano pelo deputado estadual Michael Moran e pelo senador estadual Anthony Petruccelli e conquistou o apoio de mais de 80 legisladores e mais de 60 organizações, inclusive sindicatos, empregadores e lideranças religiosas. 

A Carta de Direitos já passou em Nova York, Califórnia e Havaí e em Massachusetts a luta foi organizada pela Coalizão das Trabalhadoras Domésticas com apoio da Aliança Nacional das Trabalhadoras Domésticas. Para mais informação sobre a Carta de Direitos das Trabalhadoras Domésticas de Massachusetts e sobre como se envolver, entre em contato com Lydia Simas, 617-202-5775 ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .
Read 291 times

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

Newsletter

Partly Cloudy

9°C

Framingham, MA

Partly Cloudy

Humidity: 100%

Wind: 0 km/h

  • 21 Aug 2014

    Partly Cloudy 25°C 16°C

  • 22 Aug 2014

    AM Showers 22°C 14°C

  • Capital
  • GPMaia
  • Marcia-Pessanha
  • advogado-jose-tadeu
  • anuncie-aqui-banner
  • giubertidecor
  • global-plus
  • langer-chiropractic
  • neide-coutinho
  • perez-g