Siga
Live-btn-2
Live-btn-2
web tv
Terça, 25 Fevereiro 2014 13:39

Sarampo: alerta na região

Autoridades de saúde pública confirmaram dois casos de sarampo em MetroWest, um deles em Framingham. Pessoas que visitaram o Trader Joe’s, na Rte. 9, nos dias 15 e 16 de fevereiro, podem ter sido expostas à doença. O alerta foi divulgado ontem (23).

Sarampo é uma doença viral, extremamente contagiosa, que pode causar infecções de ouvido, pneumonia e inchaço do cérebro. O diretor de Saúde Pública, Steven Ward, disse que as pessoas, especialmente mulheres grávidas, devem estar cientes do fato, mas não precisam entrar em pânico. "Não há motivo para alarme", ressaltou.

Ward afirmou que a maioria das pessoas estão protegidas contra a doença. Porém, quem não tem documentação, constando duas doses de vacina contra o sarampo deve ser vacinado o mais rápido possível.

A Secretaria Estadual de Saúde Pública disse que está trabalhando com as autoridades locais para identificar as pessoas que podem estar contaminadas e com risco de espalhar a doença. O contágio acorre até quatro dias antes de aparecer a erupção e quatro dias depois, afirma.

Pessoas que já tiveram sarampo ou que foram vacinadas contra a doença são consideradas imunes.

As principais recomendações para a população são:
  • As crianças devem receber a primeira dose da vacina contra sarampo, caxumba e rubéola (MMR) aos 12-15 meses.
  • Crianças em idade escolar precisam de duas doses da vacina MMR.
  • Os adultos devem tomar pelo menos uma dose da vacina MMR.
  • Alguns grupos de alto risco precisam de duas doses de MMR, como viajantes internacionais, profissionais de saúde e estudantes universitários.
  • Adultos nascidos nos EUA antes de 1957 são considerados imunes ao sarampo, mas, para mais segurança, podem se beneficiar de mais uma dose da vacina MMR.

Transmissão

Segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) é uma instituição brasileira, vinculada ao Ministério da Saúde, a transmissão ocorre diretamente, de pessoa a pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração, por isso a facilidade de contágio da doença. Além de secreções respiratórias ou da boca, também é possível se contaminar através da dispersão de gotículas com partículas virais no ar, que podem perdurar por tempo relativamente longo no ambiente, especialmente em locais fechados como escolas e clínicas. A doença é transmitida na fase em que a pessoa apresenta febre alta, mal-estar, coriza, irritação ocular, tosse e falta de apetite e dura até quatro dias após o aparecimento das manchas vermelhas.

Sintomas 


Os sintomas iniciais apresentados pelo doente são:

  • Febre acompanhada de tosse persistente;
  • Irritação ocular e corrimento do nariz.
  • Após estes sintomas, geralmente há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias.
  • Além disso, o sarampo pode causar infecção nos ouvidos, pneumonia, ataques (convulsões e olhar fixo), lesão cerebral e morte.
  • As bactérias podem atingir as vias respiratórias, causar diarréias e até infecções no encéfalo.
  • Na maior parte das vezes, o vírus atinge mais gravemente os desnutridos, recém-nascidos, gestantes e pessoas portadoras de imunodeficiências.

 Tratamento

Por ser uma doença autolimitada, o tratamento é sintomático, isto é, visa ao alívio dos sintomas. Paciente com sarampo deve fazer repouso, ingerir bastante líquido, comer alimentos leves, limpar os olhos com água morna e tomar antitérmicos para baixar a febre. Em alguns casos, há necessidade de tratamento para o aumento de imunidade.

Published in Comunidade
Terça, 18 Fevereiro 2014 14:19

Gripe e resfriado: você sabe a diferença?

Muita gente confunde. Basta dar um espirro para que as pessoas pensem que você está gripado. Não é bem assim. Embora os sintomas sejam muito parecidos, os da gripe são mais intensos. Mas o que é importante saber é gripe e resfriado são doenças distintas e devem ser tratadas corretamente, porque, em crianças, idosos ou pessoas imunodeprimidas, a gripe pode causar a morte.

Segundo o médico Drauzio Varella, existe uma “regra prática” para distinguir a gripe do resfriado. “Se a pessoa foi trabalhar, apesar do nariz escorrendo, do peso na cabeça e da irritação na garganta, não está com gripe, está resfriada. A gripe derruba a pessoa, deixa-a de cama, sem a menor condição de sair de casa e trabalhar”.

Geralmente a gripe ocorre durante o inverno e o contágio é muito fácil. Basta uma pessoa gripada numa sala para contaminar os demais, em pouco tempo. Mas tem como se prevenir da doença, e uma maneira é aumentar as defesas naturais do organismo, investindo em uma alimentação saudável.

Na transmissão da gripe, o problema não é o frio, mas as aglomerações que se formam em ambientes fechados, quando baixa a temperatura. A proximidade entre as pessoas facilita a transmissão do vírus. Portanto, o frio não é causa da gripe, apenas cria condições para maior disseminação do vírus em lugares não ventilados onde as pessoas tossem, espirram, ou falam muito perto umas das outras.

Conheça as principais diferenças entre gripe e resfriado:

Gripe:
Causa: Virus Influenza
Duração: 7 a 10 dias
Sintomas: Febre alta; tosse, muita dor muscular, forte dor de cabeça. Apresenta dor de garganta, nos olhos e coriza (nariz escorrendo).
Complicações: Pneumonia

Resfriado:
Causa: Rhinovírus ou outros semelhantes (são mais de 200 tipos de vírus)
Duração: de 2 a 4 dias
Sintomas: pode não haver febre ou há febre baixa; tosse, alguma dor muscular e mal estar e nariz escorrendo, e pode haver rouquidão uma leve dor de cabeça
Complicações: Otite, sinusite, bronquite

Tratamento

Tanto para gripe quanto o resfriado, uma orientação importante é tomar muito líquido. Só o médico sabe dizer se você vai precisar de um remédio ou não. Evite a automedicação. Algumas receitas caseiras podem aliviar os sintomas, como chá de limão com mel e o suco de laranja com própolis. 

Orientações importantes:
  • Evite as correntes de ar;
  • Agasalher-se bem;
  • Mantenha os pés aquecidos;
  • Lave as mãos sempre depois de espirrar ou tossir;
  • Coloque o antebraço na frente da boca sempre que tossir ou espirrar;
  • Evitar ambientes fechados;
  • Evite ambiente com aglomerações de pessoas;
  • Evite o consumo de alimentos gelados;
  • Mantenha o nariz sempre limpo e descongestionado.
  • A vacina contra a gripe imuniza somente contra os surtos de gripe e não contra resfriados.
Fontes: tuasaude.com e Drauzio Varella
Published in Saúde

Newsletter

Partly Cloudy

26°C

Framingham, MA

Partly Cloudy

Humidity: 58%

Wind: 28.97 km/h

  • 28 Jul 2014

    Thunderstorms Early 27°C 16°C

  • 29 Jul 2014

    Sunny 27°C 14°C

  • Capital
  • GPMaia
  • Marcia-Pessanha
  • advogado-jose-tadeu
  • anuncie-aqui-banner
  • giubertidecor
  • global-plus
  • langer-chiropractic
  • neide-coutinho
  • perez-g