Siga
Live-btn-2
Live-btn-2
web tv
Quinta, 06 Fevereiro 2014 13:13

Republicanos radicais descartam reforma de imigração em 2014

Rate this item
(2 votes)

A ala ultraconservadora do Partido Republicano descartou na quarta-feira, 5, a aprovação de uma reforma imigratória na Câmara dos Deputados no decorrer de 2014.

Os legisladores recomendam que o partido espere até 2015, depois de a oposição assumir o controle das duas Casas do Congresso nas eleições de intermediárias de 4 de novembro deste ano.

Os republicanos controlam a Câmara de Deputados com 234 assentos contra 201 dos democratas. Os prognósticos indicam que os republicanos manterão a quota de poder e que a reforma imigratória não os afetará. Em mais de 85% dos distritos eleitorais republicanos a maioria dos votantes não apóia a reforma imigratória.

Em relação ao Senado, os republicanos apostam que podem tirar de seus adversários pelo menos duas das 51 cadeiras que ocupam e com isto tomar o controle da Câmara Alta, um cenário que inquieta os democratas.

Os estrategistas republicanos argumentam que a reforma imigratória não é tema suficiente para que os democratas defendam suas posições. A reforma da saúde, o desemprego e a economia lhes darão armas suficientes para batalhar pelas 33% das cadeiras em disputa.
A lista de princípios

Na semana passada, a liderança republicana, encabeçada por John Boehner (Ohio), entregou uma lista de princípios da reforma imigratória, documento que inclui uma via de legalização para milhões de indocumentados.

A lista exclui um caminho direto para a cidadania, não a elimina por completo e deixa a porta aberta para aqueles que legalizem suas permanências e obtenham um green card convertam-se no futuro em cidadãos sob as leis vigentes.

Mas o deputado republicano Raúl Labrador (Idaho), membro do grupo bipartidiário dos oito que elaborou em segredo um projeto que nunca se materializou e que renunciou por desavenças com os democratas, disse que a lista era muito ambígua para receber apoio.

Mas quando se trata de agir, disse, quase todos os republicanos concordam em não fazer nada, divulgou The Associated Press. "Penso que é um erro termos uma batalha interna no Partido Republicano este ano sobre a reforma de imigração", acrescentou. "Penso que quando recuperarmos o Senado em 2014, uma das primeiras coisas que deveríamos fazer no próximo ano depois de debater certos assuntos econômicos, acredito que deveríamos dar atenção ao assunto de imigração".

Fonte: AcheiUSA.com

Read 510 times

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

Newsletter

Fair

22°C

Framingham, MA

Fair

Humidity: 93%

Wind: 0 km/h

  • 1 Sep 2014

    Mostly Clear 29°C 20°C

  • 2 Sep 2014

    PM Thunderstorms 32°C 21°C

  • Capital
  • GPMaia
  • Marcia-Pessanha
  • advogado-jose-tadeu
  • anuncie-aqui-banner
  • giubertidecor
  • global-plus
  • langer-chiropractic
  • neide-coutinho
  • perez-g